Fulano de Tal

Um cara tão legal!

Uma noite você dorme e sonha com o Fulano de Tal. Aquele, que, lá nos primórdios, fazia seu coração disparar tão ingenuamente. Aí, você acorda e se dá conta que havia lhe esquecido. Aquele, que era dono dos seus pensamentos, dia e noite, durante tantos anos. Fulano de Tal, um cara tão legal, que fascinava você, virou uma boa lembrança. Contando, ninguém acreditaria.

Fulano de Tal era muito querido. Aliás, é. Usei o verbo errado. Como uma boa – e autêntica – romântica, gosto de lembrar dele assim, cheia de nostalgia. Nunca me disse uma palavra hostil. E, acredite, meu amigo: é difícil. A verdade verdadeira é que Fulano de tal não me levava a sério. Se antigamente eu achava ultrajante, hoje eu acho isso lindo. Quem pode me levar a sério? Sério.

Eu queria era ele para mim.  Quem não quer ser feliz para sempre? Pena que discordávamos nesse sentido. Esforçava-se em fazer minhas vontades, talvez para compensar a que eu mais queria… No entanto, negava-se a ser perfeito.

Mas, éramos uma boa dupla. Acredito que tudo de bom era recíproco e a gente gostava da gente. Na época, eu achava que nunca mais conseguiria morrer de amor. Ele foi uma mistura de primeiro amor com amor à primeira vista. Essa mistura capaz de arrasar qualquer concorrência. Mas, o tempo passa… e o tanto que guardo dele é aquele tanto que dura para sempre. Só que de vez em quando.

Temos uma boa história para contar. Desde aquela quando a gente era criança, namorava escondido, até aquela que… Bem, não lembro mais. Não lembro como acabou. Só lembro que eu já tinha passado dos trinta anos e ele ainda me fazia sorrir exatamente como a primeira vez. Bom demais. Claro que a carruagem virou abóbora diversas vezes, e nem sempre foi tão fácil… Mas, não tem como não sentir saudade de alguém que sempre me fez tanto bem.

Todas as vezes que falo dele, falo assim, com amor. E para ele mesmo, eu nunca disse “te amo”. A gente tinha medo de falar essas coisas sérias.

Hoje, por coincidência, uma amiga me disse que uma vizinha-de-não-sei-quem-não-sei-de-onde, encontrou Fulano de Tal, que perguntou por mim. Aliás, se eu estava casada. Coisas que não mudam. E através desse extenso telefone sem fio, ele sabe que, em algum lugar, em algum momento, também perguntei por ele. Amor torto é assim.

Não temos telefone um do outro, não estamos conectados a redes sociais e nos afastamos dos tantos amigos em comum. Ainda bem?

Fulano de Tal se casou. Duas vezes. Ou mais. Parei de contar.

Naquele coração vagabundo cabe o mundo.

“Sonhar é acordar-se para dentro”

Mário Quintana

linhaDanielle Means

.

Anúncios
Etiquetado ,

3 pensamentos sobre “Fulano de Tal

  1. Gisele disse:

    *suspiro*… Fulano de tal, cada um tem o seu ♥

  2. Rodrigo disse:

    Bom as mulheres deixam os bonzinhos e românticos por último, porque esses homens não tem pegada e não dão as emoções que as mulheres tanto gostam. Enquanto isso as mulheres vão atrás de cafajestes, playboys e todo o tipo de homem que não presta, daí quando esses homens metem um par de galhos nelas e brincam com os seus sentimentos elas vão reclamar que todo homem é igual e nenhum deles presta. Homem bonzinho e romântico só tem valor para as mulheres quando elas estão na casa dos 30 e precisam achar logo um otário para casar pra ela não ficar pra “titia” e mostrar para as amigas e sociedade que ela não está mais “encalhada”.

    Por isso que ensino meus amigos a serem cafas e comer o máximo de mulheres possíveis e mostro pra eles que casamento hoje em dia é a maior furada pode se meter.

  3. Helena Silva disse:

    Esse texto mexeu comigo,me trouxe a tona coisas que achava que já havia esquecido.Como bem disse Gisele,Fulano de tal,cada um tem o seu e eu voltei ao meu passado ,ressuscitando o meu…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: