Como manter o equilíbrio emocional em tempos de Coronavírus?

O COVID-19 chegou ao Brasil. O que antes era uma preocupação distante passou a impactar a vida de todos nós. No Rio de Janeiro, assim como em outros lugares, as aulas estão suspensas, eventos culturais e esportivos foram adiados, locais públicos, como parques e museus, estão fechados à visitação e empresas estão adotando medidas para diminuir o avanço do novo coronavírus.

Embora muitas pessoas ainda não acreditem na gravidade do novo coronavírus, e não estejam respeitando todas as orientações, a Organização Mundial da Saúde (OMS) já declarou, no dia 11 de março, que se trata de uma pandemia. E a nossa rotina já mudou. De alguma maneira mudou. O aumento do número de infectados, as primeiras mortes no Brasil e o reconhecimento da possibilidade de escassez de recursos faz com que muitos de nós estejam com medo e pode levar ao desenvolvimento de crises de ansiedade e depressão.

É difícil lidar com a realidade de que não sabemos quando e nem como essa toda essa crise irá acabar. Muitos não sabem se vão conseguir manter o emprego. Pais estão lidando com as crianças em casa tendo que trabalhar – ou desesperados por serem autônomos e não ter trabalho -, filhos impossibilitados de verem os pais para preservá-los, eventos sendo desmarcados, planos sendo repensados. Não temos controle de nada. E em momentos como este isso fica ainda mais evidente.

Diante de tudo isso, como manter a nossa estabilidade emocional ? Vivendo um dia de cada vez. A situação é grave, não podemos ignorar e desvalorizar o que está acontecendo, mas não há saúde mental se não continuarmos vivos. Precisamos cuidar da nossa saúde física, cumprindo as diretrizes dos especialistas da área de saúde. Se está suspenso das aulas e do trabalho presencial, não fique passeando. Não é período de férias. Tenha contato com o menor número possível de pessoas, preocupe-se com a sua higiene, se alimente bem, procure ter uma boa noite de sono.

Eu sei que não é fácil ver a rotina mudar de uma hora para a outra e não poder planejar o que vai ser daqui para a frente. Mas essa fase vai passar. Uma hora vai passar. E, para que passe mais rápido, todos precisamos nos cuidar, cuidar de quem amamos e nos mantermos fortes.

Crônica publicada no dia 18 de março de 2020 no blog pessoal da autora.

linhaassinatura_GISELI

 

Etiquetado , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: