Solidão a dois de dia…

solidao1

Algumas pessoas acreditam que ao casar nada mais irá lhe faltar, que terão todas as suas necessidades atendidas pelo outro, que encontraram a metade da laranja, a tampa da sua panela, a alma gêmea e que juntos formam uma só pessoa. Ou uma só carne. Não demora muito, no entanto, para que essas expectativas se mostrem muito diferentes da realidade, fazendo com que o casal, digno de comercial de margarina no intervalo do telejornal, se distancie um do outro.

São muitos os casais que conhecemos que vivem na mesma casa, mas não estão juntos. Não compartilham dos mesmos interesses, não têm planos em comum, não fazem companhia um ao outro e fazem praticamente tudo separados. Têm diferentes agendas, não frequentam os mesmos lugares, não têm amigos em comum.

Certamente a individualidade é muito importante para o relacionamento, afinal de contas não deixamos de ser um quando vivemos a dois. Encontrar os amigos, praticar esportes, estudar, acessar a internet, ler um livro ou qualquer outra atividade não será feita sempre em conjunto. No entanto, relacionamento pressupõe parceria e companhia.

Então pergunto: qual é a pior solidão? Sentir-se sozinho por não ter encontrado alguém ou sentir-se sozinho estando com a pessoa amada? Infelizmente, o medo da solidão é responsável por muitas decisões equivocadas, incluindo a decisão de permanecer junto quando tudo que o casal faz é estar separado o tempo todo.

Se antes os momentos de silêncio que existiam entre os dois eram reconfortantes e eles conseguiam se entender mesmo com a ausência das palavras, agora são ensurdecedores. E constrangedores. Tentam desviar o olhar, não têm o que conversar e nem o que discutir. A vida de um parece não interessar ao outro, mesmo sob o mesmo teto, mesmo casados, mesmo oficialmente juntos.

Por que é tão difícil sair de uma relação até quando o casal não está mais nela? Por que as pessoas reclamam que se sentem sozinhas, mas preferem deixar tudo como está? Por que as pessoas mantêm relações que não as fazem felizes? Por que as pessoas se acomodam em suas frustrações?

Cada um tem as suas razões para permanecer ao lado de alguém. Dependência financeira, medo da solidão, acomodação, esperança de que as coisas mudem. Mas, observando os tantos relacionamentos que vemos por aí, não é difícil imaginar que para muita gente estar ao lado de alguém consiste em ter uma rotina vazia, sem novidade, sem desejo, sem troca.

Ainda nos dias de hoje o fim de um relacionamento é considerado um fracasso que a sociedade não consegue perdoar. O que faz com que muitas pessoas prefiram manter as coisas como estão a viver verdadeiramente sozinhas e ter que se explicar – como se precisasse se explicar. E, na incapacidade de viver plenamente com alguém, não vivem plenamente com elas mesmas.

…faz calor depois faz frio.

linhaassinatura_GISELI

Anúncios
Etiquetado , , , , , ,

Um pensamento sobre “Solidão a dois de dia…

  1. […] publicado no Amor Crônico em 28 de março de […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: