Arquivo da tag: Giseli Rodrigues

Quando o otimismo é negativo

Muito se fala sobre o poder do pensamento positivo e a importância do otimismo para termos uma vida mais feliz, saudável e realizada. Não paro de ver publicações, textos, mensagens, anúncios de lives e webinares sobre positividade. A onda good vibe, gratidão, “mantenha a fé”, “inspire e expire”, “veja o lado bom das coisas”, “mentalize seus desejos” já era bastante presente, mas parece que foi intensificada com a pandemia. Ou eu passei prestar mais atenção agora, não sei.

Acredito que ter uma postura mais confiante traz benefícios. Algumas pesquisas apontam que ver a metade do copo meio cheio reduz o estresse, protege da depressão e ansiedade, diminui os riscos de doenças cardiovasculares e processos inflamatórios. Mas existe o lado ruim do excesso de otimismo. Como tudo nesta vida, o excesso nunca faz bem. Inclusive o excesso de otimismo.

Algumas pesquisas apontam que acreditar excessivamente que tudo dará certo pode causar justamente o contrário, pois as pessoas acabam criando falsas expectativas, subestimando os riscos, agindo sem pensar nas consequências ou esperando que as coisas caiam do céu –  e acabam tendo resultados negativos.

Segundo as descobertas da neurociência, somos mais otimistas do que realistas. Se não fosse assim, não beberíamos água fora de casa por medo de sermos contaminados. A neurologia explica que o otimismo é a formação de imagens no cérebro, na mesma região em que ficam as lembranças e a projeção do futuro é feita em comparação ao passado. O problema é projetar o futuro por meio da fantasia.

Somos estimulados a acreditar que o bem sempre triunfará, que o correto é ser feliz o tempo todo e que alcançamos a realização pessoal e profissional mentalizando positivamente. Isso faz com que muitas pessoas ignorarem e desvalorizarem as emoções negativas, que fazem parte da vida e ajudam a tomar decisões. Para emagrecer, passar em um concurso, conquistar um bem material, ter um bom relacionamento, tratar uma doença, não basta mentalizar. É preciso se esforçar.

Confie em você, acredite no seu potencial, pense positivo, mas mantenha os pés no chão. A noção de realidade é essencial para um futuro feliz. Ficamos melhores quando não pensamos no melhor nem no pior, temos noção de realidade e conseguimos nos adaptar às circunstâncias.

Crônica publicada no blog pessoal da autora em 02 de agosto de 2020.

linhaassinatura_GISELI

 

Etiquetado , , , , ,

A Pandemia e a certeza de que muitos não sabem viver em sociedade

Cada cidade do país adotou uma medida para conter o avança do novo coronavirus. Em Niterói, onde moro, até lowckdown fizemos. Mas o que vimos? Pessoas sem máscara, mesmo depois que se tornou obrigatório, se recusando a manter a distância uma das outras, mesmo com sinalização nos estabelecimentos, correndo em grupo, mesmo sabendo que devem fazer exercícios sozinhos, indo visitar familiares, mesmo cientes de que ir para casa dos outros não é isolamento social, e até fazendo festas.

Um espetáculo de desrespeito, falta de empatia, descrença na ciência, despreocupação com o outro, deboche com as vidas tiradas com o vírus, indisciplina. E vimos, dia a dia, que muitos não estão preparados para viver em sociedade, não entendem que seus comportamentos afetam outras pessoas, não somente a si mesmo.

Muitas vezes, ao olhar pela janela, eu me senti uma idiota. Pessoas correndo, andando e se exercitando nas ruas como se nada estivesse acontecendo. Estamos em casa para que elas tenham as ruas livres? Mas depois me conformava com o fato de que agindo corretamente estava protegendo a mim e a minha família e nada poderia fazer sobre os outros.

Mas é difícil, sabe? Como ser tolerante com quem não tem compromisso com o respeito? Dá uma tristeza saber que para muita gente a vida alheia não tem valor nenhum. Que não seguem regras, não aceitam orientações, debocham da pandemia, agem como se tudo fosse uma farsa com o número cada vez maior de vítimas de covid19. No Brasil e no mundo.

A pandemia veio esfregar na nossa cara o que muitos de nós já sabíamos: a maioria não sabe viver em sociedade. Existem pessoas se julgam superiores a tudo e a todos, desrespeitaram as orientações e não se preocupam com ninguém. E elas estão entre nós.

Façamos nós a nossa parte.

Crônica publicada no blog de Giseli Rodrigues no dia 12 de junho de 2020.

linhaassinatura_GISELI

 

Etiquetado , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: